O preço da consciência

Existe outra variável menos conhecida que afeta o preço final da cocaína, uma variável que é de espantar: ouro. Lado a lado no território colombiano coexistem duas verdadeiras indústrias ilegais, a de plantação de arbustos de coca e a exploração de minas de ouro. Consoante o preço a que se encontra o ouro em determinada altura, os trabalhadores procuram ganhar o seu salário numa ou outra destas indústrias, a que for mais rentável em termos imediatos. Neste mundo globalizado em que vivemos, em que muito se fala das condições de trabalho nas fábricas que produzem os nossos smartphones, esquecemos que um produto final, criminoso, pode muitas vezes originar das mãos de quem apenas quer alimentar os seus filhos, sem que tenha ao seu dispor uma alternativa que o afaste do submundo do crime. Há certos países em que simplesmente não é possível sustentar uma consciência.